ALTO DO MOURA CONTARÁ
COM UM SITIO HISTÓTICO
A Prefeitura de Caruaru deve iniciar ainda este ano as obras de revitalização urbana, turística e cultural do Alto do Moura, que devem consumir recursos na ordem de R$ 2 milhões. A verba já está disponível pelo Governo Federal, através do Ministério do Turismo, em uma emenda do deputado Wolney Queiroz (PDT). O valor inicial dos investimentos era em torno dos R$ 2 milhões, mas o projeto sofreu alteração porque o prefeito José Queiroz faz questão de construir um teatro com capacidade para mais de 300 pessoas na localidade.
Segundo o secretário de Infraestrutura e Políticas Ambientais, Kiko Beltrão, apesar da grande intervenção urbanística que o local vai receber, o maior investimento estará na criação do Sitio Histórico e nos investimentos que serão feitos para deixar o Alto do Moura auto-sustentável. “Estamos muitos preocupados com os artesãos e as pessoas que moram ali. Vamos demarcar e criar o Sítio Histórico, preservando algumas áreas. Nossa prioridade é valorizar os nossos artistas, mas também estamos atraindo outras culturas econômicas para o local”, completou.
O estudo já está praticamente acabado e deve ser apresentado no inicio de agosto. As obras começam ainda este ano e todo o projeto deve ser concluído em dois anos, com a primeira parte sendo encerrada até maio de 2010. “temos de correr contra o tempo porque nessa primeira etapa alguns equipamentos importantes devem ser concluídos”, disse o secretário.
ESTACIONAMENTO
Se os investimentos serão altos, o retorno também. Pelo menos essa é a expectativa da maioria dos comerciantes. “Acho que com uma grande reforma teremos movimento o ano inteiro, não apenas no São João”, disse o comerciante Josinaldo Melo. Uma das áreas mais deficientes no Alto do Moura é a questão de estacionamento. Em épocas de festa, os locais destinados aos veículos são geralmente pagos e dentro do mato e da lama. A prefeitura pretende solucionar essa questão pavimentando uma área com capacidade para 1.000 veículos particulares e 150 ônibus.
“Vamos construir também um centro de receptivo turístico, um anel viário, um Studio para ensaio e gravação de bandas, além de criar acesso em todas as áreas para os portadores de algum tipo de deficiência”, informou Beltrão. Segundo ele, o projeto vai incluir o Sebrae na qualificação de profissionais. “Nossa idéia é que os restaurantes sejam temáticos. Nesse caso, vamos ter de investir na qualificação de nossa mão-de-obra”, explicou o secretário.
Ele lembrou ainda que o teatro faz parte de um investimento alto  que o prefeito quer fazer nas artes cênicas, na música e na dança. “Vamos construir vários teatros em Caruaru, com o objetivo de levar a arte até a comunidade. Quem sabe ainda nessa gestão não iniciamos também a construção do Teatro Municipal?”. Apesar de boa parte dos recursos já estar garantida junto ao Governo Federal, o secretário disse que algumas obras serão executadas no sistema de PPP (parceria público-privada). “Em agosto, quando o projeto for apresentado, tudo será bem detalhado para a população e, principalmente, para quem mora no local”, finalizou o Kiko Beltrão.
Matéria retirada do Jornal Vanguarda do dia 25 a 31 de julho